Saudade, sai de mim…

Hoje eu acordei diferente… Acordei mais sensível… E não me venham falar que tudo isso tem fundo hormonal… Não! É tudo baseado em fatos!

Há dias, tinha colocado na minha cabeça que te esquecer era necessário. Porque a gente sente quando não é recíproco e seria burrice minha ficar dando socos em ponta de faca… Tudo parecia tranquilo, até que hoje, eu acordo e meu primeiro pensamento foi você… Pois é, poderia ter sido o que eu tinha pra fazer hoje ou até que roupa vestiria meu humor… Mas não! Meu pensamento voou até você… Tentei ignorar, ocupar a minha mente com qualquer coisa… Entro no carro, pronta pra ouvir qualquer rockzinho melódico, trilha sonora quase soberana nas minhas playlists, que segundo a maioria das pessoas, é música de suicídio, mas faz eu me sentir tão bem… Shuffle… “Hoje eu acordei e dei a falta de você…saudade de você, saudade de você…” Destino sambando na minha cara com salto 15! Se fosse qualquer outro dia normal, eu tinha duas possibilidades: a primeira era trocar de música e a segunda era simplesmente cantar junto, sem dar importância, fazendo caras e bocas, tipo Gusttavo Lima… Mas hoje, um dia atípico, não… Já ouvi falar que quando estamos felizes, a gente escuta a melodia e quando estamos tristes, prestamos atenção na letra… Por experiência própria, isso é a mais pura verdade! Eu me conectei com a música, ouvi cada cifra, concordei… Gente! Pra você se conectar com uma música dessas, é porque o negócio tá grave!

Querendo ou não, tudo isso que eu tô sentindo é saudade! Já admiti pra mim mesma e só admito em público, porque eu sei que a probabilidade de você estar lendo isso agora é nula.

Sabia que sempre que leio uma frase que eu gosto, eu anoto e guardo pra quando for necessário? Pois é, eu resgatei uma de Ita Portugal e ela se fez tão indispensável hoje pelo fato de relatar exatamente o que estou sentindo:

“É engano pensar que só existe saudade do que aconteceu. Existe saudade daquilo que quase ocorreu. Do que a gente sonhou e não realizou. Do que ficou no caminho por falta de insistência. Essa saudade é dolorida e tem gosto de indefinido.”

image(1)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s